O Economus

Fundado em 1977 pelo Banco Nossa Caixa, o Economus – Instituto de Seguridade Social é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, sem fins lucrativos. Em 2009, o Banco Nossa Caixa foi incorporado pelo Banco do Brasil S/A, que em decorrência passou a ser o patrocinador dos planos de benefícios do Economus.

O Instituto administra planos de previdência para os funcionários e aposentados do Banco do Brasil, oriundos do Banco Nossa Caixa e empregados do Economus, proporcionando uma renda complementar na aposentadoria. Além disso, oferece assistência médica aos participantes e seus familiares.

O Economus é o 22º maior fundo de pensão do Brasil, com volume de R$ 5,6 bilhões em termos de investimento, de acordo com o ranking da Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar).

Emprega 199 pessoas para administrar os benefícios de mais de 24 mil participantes e a assistência médica de mais de 45 mil pessoas entre participantes, aposentados, pensionistas e seus familiares, observando as melhores práticas de gestão para alcançar a eficiência operacional em seus processos.

Os participantes também possuem uma linha de crédito, disponibilizada de acordo com a reserva constituída, e acesso ao Clube de Benefícios, com vantagens e promoções exclusivas.

MISSÃO

Oferecer soluções em previdência e assistência à saúde que atendam, com eficiência e segurança, as expectativas dos participantes e patrocinadores.

VISÃO

Proporcionar tranquilidade e segurança, agora e no futuro, despertando orgulho de pertencer ao Economus.

VALORES

Ética, Lealdade, Transparência, Equidade, Sustentabilidade e Excelência.

PLANOS

O Economus administra quatro planos de benefícios, que asseguram complementos à previdência oficial para os participantes e seus dependentes, e nove planos de assistência à saúde para os participantes ativos, aposentados, pensionistas e seus dependentes. Conheça mais sobre suas características:

GOVERNANÇA

A estrutura de governança do Economus é composta por Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria Executiva, que são responsáveis pelas decisões de gestão e a fiscalização das atividades.

Entenda a atribuição de cada membro da Governança

Em 2016, foram realizadas Eleições para os Conselhos Deliberativo e Fiscal e os candidatos eleitos tomaram posse em 1º de junho. Conheça a seguir a configuração dos Conselhos em 31 de dezembro de 2016:

(*) Presidente do Conselho Deliberativo

(*) Presidente do Conselho Fiscal

Mudanças na Diretoria

A Diretoria Executiva recebeu dois novos membros em 2016. Em fevereiro, Adilson Nascimento Ferreira, que era gerente executivo na Diretoria de Distribuição do Banco do Brasil, foi nomeado Diretor Administrativo do Economus. Em novembro, Marcelo Gonçalves Farinha, que atuava como gerente executivo da Diretoria de Finanças do Banco, tomou posse em substituição a João Vagnes de Moura Silva. A Diretoria encerrou o ano com a seguinte composição:

Comitês

Para auxiliar os Conselhos e a Diretoria Executiva do Economus no desempenho de suas funções e responsabilidades, a entidade conta ainda com os seguintes comitês:

  • Comitê de Investimentos – tem como objetivo avaliar e deliberar sobre as propostas de investimentos e alocações dos recursos realizadas pela Gerência de Investimentos, bem como definir as estratégias de macro alocação dos investimentos, observando as premissas atuariais dos planos de benefícios administrados pelo Instituto.
  • Comitê Executivo – tem a finalidade de apresentar soluções e ações integradas e estratégicas entre as diversas áreas, assim como zelar pelo alcance dos objetivos institucionais.
  • Comitê de Ética – o objetivo é orientar e aconselhar sobre a ética profissional de seus empregados e dirigentes, no relacionamento com participantes, assim como com os agentes públicos e privados ou com pessoas que demandarem qualquer tipo de relacionamento jurídico, formal ou informal com a Entidade.
  • Comitê Gestor de Gênero e Raça – tem o objetivo de gerir ações que buscam igualdade nas relações de trabalho e interpessoais de seus empregados, além da quebra de barreiras relacionadas ao preconceito, a fim de obter o selo de certificação do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça do Governo Federal.
Representações e certificações

O Economus participa ativamente de entidades representativas de Previdência Complementar e Saúde para buscar as melhores práticas de mercado.

Foi reeleito para o conselho deliberativo da Abrapp – Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar, além de possuir representantes nas seguintes Comissões Técnicas Regionais e Nacionais: Governança; Recursos Humanos; Tecnologia da Informação; Investimentos; Contabilidade; Comunicação e Marketing; Indicadores de Desempenho; Atuária; Seguridade; e Assuntos Jurídicos.

Na área da saúde participam representantes do Economus na Unidas – União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde, e na ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Além disso, neste ano, 15 profissionais obtiveram as seguintes certificações:

  • ICSS – Instituto de Certificação dos Profissionais de Seguridade Social: 13 certificações, sendo 8 novas e 5 recertificações. A certificação representa o reconhecimento dos esforços de qualificação dos pro fissionais de Seguridade;
  • 1 CPA-20 – Certificação destinada aos profissionais que desempenham atividades ligadas a investimentos da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – Anbima;
  • 1 Certificação CFP – Certified Financial Planner. Certificação internacional que prepara o profissional para o exercício da atividade de consultor e planejador financeiro pessoal.

Todos os diretores e conselheiros do Instituto possuem a certificação pelo ICSS e estão devidamente habilitados pela Previc, órgão regulador do segmento, o que demonstra sua capacitação em atuar como gestores de Seguridade Social.

Investimentos Responsáveis

O Economus participa, desde março de 2007, dos Princípios para Investimentos Responsáveis – PRI (Principles for Responsible Investments), que é uma iniciativa criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2006, com objetivo de que os agentes financeiros globais incorporem em suas análises as melhores práticas relacionadas à sustentabilidade dos investimentos, baseados em três pilares: Ambiental, Social e Governança Corporativa.

A participação no PRI é um importante direcionador para o Economus com relação à busca constante por melhores práticas na gestão dos investimentos alinhados às práticas de sustentabilidade que, potencialmente, agregam retornos mais consistentes no longo prazo.

GESTÃO DE PESSOAS

O Economus possui 199 colaboradores, sendo 193 empregados sob o regime da Consolidação das Leis Trabalho (CLT) e 6 cedidos do Banco do Brasil. Deste total, 112 são mulheres e 87 são homens. O Instituto possui também convênio com a Associação Nossa Sra. Achiropita para contratação e orientação de 11 jovens aprendizes.

Distribuição por sexo
Média de idade por cargo
Tempo de Economus
Formação Acadêmica
Equidade de Gênero e Raça

O Instituto preza pela igualdade entre os gêneros em todos os níveis hierárquicos e, para consolidar esta prática, aderiu em 2016 à 6ª edição do “Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça”, conduzido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República. O programa tem por objetivo disseminar novas práticas na gestão de pessoas e na cultura organizacional para alcançar a igualdade racial entre mulheres e homens no mundo corporativo.

A seguir a distribuição atual de gênero e raça dos colaboradores, terceirizados e jovens aprendizes:

Distribuição por função e gênero

* Dados referentes ao quadro de empregados próprios, diretoria e cedidos.

Investimento na qualificação

O Economus incentiva o crescimento de seus profissionais por meio de cursos e treinamentos, a fim de obter uma equipe qualificada e oferecer um serviço cada vez melhor aos participantes e beneficiários.

Em 2016, o Economus investiu em capacitação do seu corpo funcional. Este investimento contempla a participação em treinamentos, congressos e seminários, conforme apresentado na tabela abaixo:

Para promover a qualificação e desenvolvimento profissional para todos os empregados do Economus, foi implantada a modalidade de Educação à Distância – EAD, uma plataforma flexível que envolve menor custo e propicia mais horas de treinamento em diversas áreas, ampliando o público com acesso aos treinamentos contratados. A utilização deste recurso elevou significativamente o volume de horas de treinamento.

A plataforma (EAD) também foi utilizada para divulgar cursos personalizados como “Ética e Conduta Economus”, que tratou dos Códigos Internos de forma simples a todos os empregados, cedidos e terceirizados, proporcionando conhecimento sobre as diretrizes internas do Instituto e sobre a Lei
Anticorrupção.

Ainda em 2016, foi iniciado o projeto de trilhas de aprendizagem para cada área de negócio, que consistiu em avaliar com os gestores quais as necessidades específicas de cada área para qualificação e desenvolvimento de suas equipes. Como resultado, foram definidos treinamento s com foco nas demandas apontadas.

Pesquisa de Clima Organizacional

Em 2016, foi realizada a Pesquisa de Clima Organizacional que contou com a participação de 83,60% dos empregados. A pesquisa f oi segregada em duas temáticas: Clima e Satisfação no Trabalho. O item Clima foi considerado satisfatório por 78,23% dos empregados, enquanto que a Satisfação no Trabalho obteve 76,51% de aprovação dos respondentes.