A quem se destina

O NOVO FEAS, registrado na ANS sob o nº 469.503/13-8, é destinado aos participantes assistidos (aposentados e pensionistas), e seus dependentes diretos elegíveis, da previdência complementar do Economus.

Procedimentos Cobertos

Este plano prevê assistência médica, nas modalidades ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, dentro do Rol de Procedimentos e Eventos da ANS, vigente à época do evento.

Padrão de Acomodação

Acomodação em apartamento individual e direito a acompanhante, de acordo com legislação específica em vigor.

Mensalidade

O titular do NOVO FEAS pagará mensalidade, pelo grupo familiar, de 4,73% (quatro vírgula setenta e três) sobre o valor dos proventos brutos mensais, considerando um valor mínimo de mensalidade de R$ 600,00 (seiscentos reais), enquanto permanecer inscrito no plano.

Coparticipação

A coparticipação é de 10% (dez por cento) sobre o valor da Tabela Padrão Economus (TPE) para os seguintes procedimentos cobertos pelo NOVO FEAS:

– Consultas em geral;
– Exames considerados como baixo custo, identificados na Tabela Padrão Economus (TPE) e com o valor de até meio salário mínimo por procedimento, vigente a época de cobrança do evento.

Não haverá cobrança de coparticipação dos procedimentos acima quando realizados em regime de internação hospitalar, internação domiciliar ou hospital-dia (day-clinic).

A coparticipação é limitada a 5% (cinco por cento) do salário bruto do titular.

Forma de pagamento

A mensalidade será descontada do titular em folha de pagamento ou por débito em conta corrente.

Para formalizar a adesão ao plano NOVO FEAS é necessário encaminhar os seguintes documentos:

Proposta de Adesão do titular e dependente(s) devidamente assinada(s);
Declaração Pessoal de Saúde do titular e do(s) dependente(s), que devem ser assinadas pelo titular e pelo(s) respectivo(s) dependente(s);
• Cópia simples do RG, CPF e do Cartão Nacional de Saúde do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de Residência do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de pagamento de benefício recebido pelo INSS do titular. Em caso de não apresentação deste documento, será considerado o valor do teto do INSS para composição da remuneração bruta.

Para a inclusão de dependente(s) no NOVO FEAS, é necessário apresentar, no ato da inscrição, a seguinte documentação atualizada e complementar:

• Cônjuge ou Companheiro(a): certidão de casamento civil ou de união estável registrada em Cartório;
• Filho(a): certidão de nascimento;
• Tutelado: certidão de nascimento e certidão judicial de tutela, com comprovação semestral para renovação;
• Enteado(a): certidão de nascimento e Certidão de casamento civil ou de união estável com registro em cartório;
• Menor sob guarda: certidão de nascimento e Termo de entrega do Poder Judiciário, com comprovação semestral para renovação;
• Filho(a) Tutelado(a)/Curatelado(a), enteado(a) e menor sob guarda, na condição de inválido(a): documentação descrita acima para cada caso e apresentação de 2 (dois) laudos periciais emitidos por médico credenciado do plano e/ou da rede pública de saúde, comprovando a invalidez permanente, com a anuência da auditoria médica do Economus.

Nota: para maior segurança, a documentação deve ser enviada em envelope lacrado, postado no correio, obrigatoriamente com aviso de recebimento (AR), ou entregue pessoalmente na sede do Economus.

Confira abaixo o regulamento e os formulários do Plano Economus Família. Após o preenchimento, o formulário deverá ser enviado ao Economus.

Regulamento Novo FEAS
Termo de Adesão Titular Novo FEAS
Termo de Adesão Dependente Novo FEAS
Declaração Pessoal de Saúde (DPS)
Guia de Leitura Contratual
Regulamento de Reciprocidade
Autorização para Débito em Conta-Corrente
Termo de Adesão ao Convênio Reciprocidade
Termo de Cancelamento
Sobre o Plano

A quem se destina

O NOVO FEAS, registrado na ANS sob o nº 469.503/13-8, é destinado aos participantes assistidos (aposentados e pensionistas), e seus dependentes diretos elegíveis, da previdência complementar do Economus.

Procedimentos Cobertos

Este plano prevê assistência médica, nas modalidades ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, dentro do Rol de Procedimentos e Eventos da ANS, vigente à época do evento.

Padrão de Acomodação

Acomodação em apartamento individual e direito a acompanhante, de acordo com legislação específica em vigor.

Custeio

Mensalidade

O titular do NOVO FEAS pagará mensalidade, pelo grupo familiar, de 4,73% (quatro vírgula setenta e três) sobre o valor dos proventos brutos mensais, considerando um valor mínimo de mensalidade de R$ 600,00 (seiscentos reais), enquanto permanecer inscrito no plano.

Coparticipação

A coparticipação é de 10% (dez por cento) sobre o valor da Tabela Padrão Economus (TPE) para os seguintes procedimentos cobertos pelo NOVO FEAS:

– Consultas em geral;
– Exames considerados como baixo custo, identificados na Tabela Padrão Economus (TPE) e com o valor de até meio salário mínimo por procedimento, vigente a época de cobrança do evento.

Não haverá cobrança de coparticipação dos procedimentos acima quando realizados em regime de internação hospitalar, internação domiciliar ou hospital-dia (day-clinic).

A coparticipação é limitada a 5% (cinco por cento) do salário bruto do titular.

Forma de pagamento

A mensalidade será descontada do titular em folha de pagamento ou por débito em conta corrente.

Adesão

Para formalizar a adesão ao plano NOVO FEAS é necessário encaminhar os seguintes documentos:

Proposta de Adesão do titular e dependente(s) devidamente assinada(s);
Declaração Pessoal de Saúde do titular e do(s) dependente(s), que devem ser assinadas pelo titular e pelo(s) respectivo(s) dependente(s);
• Cópia simples do RG, CPF e do Cartão Nacional de Saúde do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de Residência do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de pagamento de benefício recebido pelo INSS do titular. Em caso de não apresentação deste documento, será considerado o valor do teto do INSS para composição da remuneração bruta.

Para a inclusão de dependente(s) no NOVO FEAS, é necessário apresentar, no ato da inscrição, a seguinte documentação atualizada e complementar:

• Cônjuge ou Companheiro(a): certidão de casamento civil ou de união estável registrada em Cartório;
• Filho(a): certidão de nascimento;
• Tutelado: certidão de nascimento e certidão judicial de tutela, com comprovação semestral para renovação;
• Enteado(a): certidão de nascimento e Certidão de casamento civil ou de união estável com registro em cartório;
• Menor sob guarda: certidão de nascimento e Termo de entrega do Poder Judiciário, com comprovação semestral para renovação;
• Filho(a) Tutelado(a)/Curatelado(a), enteado(a) e menor sob guarda, na condição de inválido(a): documentação descrita acima para cada caso e apresentação de 2 (dois) laudos periciais emitidos por médico credenciado do plano e/ou da rede pública de saúde, comprovando a invalidez permanente, com a anuência da auditoria médica do Economus.

Nota: para maior segurança, a documentação deve ser enviada em envelope lacrado, postado no correio, obrigatoriamente com aviso de recebimento (AR), ou entregue pessoalmente na sede do Economus.

Regulamentos e Formulários

Confira abaixo o regulamento e os formulários do Plano Economus Família. Após o preenchimento, o formulário deverá ser enviado ao Economus.

Regulamento Novo FEAS
Termo de Adesão Titular Novo FEAS
Termo de Adesão Dependente Novo FEAS
Declaração Pessoal de Saúde (DPS)
Guia de Leitura Contratual
Regulamento de Reciprocidade
Autorização para Débito em Conta-Corrente
Termo de Adesão ao Convênio Reciprocidade
Termo de Cancelamento