A quem se destina

O NOVO FEAS, registrado na ANS sob o nº 469.503/13-8, é destinado aos participantes assistidos (aposentados e pensionistas), e seus dependentes diretos elegíveis, da previdência complementar do Economus.

Procedimentos Cobertos

Este plano prevê assistência médica, nas modalidades ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, dentro do Rol de Procedimentos e Eventos da ANS, vigente à época do evento.

Padrão de Acomodação

Acomodação em apartamento individual e direito a acompanhante, de acordo com legislação específica em vigor.

Mensalidade

O titular do NOVO FEAS pagará mensalidade, pelo grupo familiar, de 8,00% (oito por cento) sobre o valor dos proventos brutos mensais, considerando um valor mínimo de mensalidade de R$ 600,00 (seiscentos reais) e um valor máximo de R$ 1.600,00 (mil e seiscentos reais), enquanto permanecer inscrito no plano.

Coparticipação

A coparticipação é de 20% (vinte por cento) sobre o valor da Tabela Padrão Economus (TPE) para os seguintes procedimentos cobertos pelo NOVO FEAS:

– Consultas em geral;
– Exames considerados como baixo custo, identificados na Tabela Padrão Economus (TPE) e com o valor de até meio salário mínimo por procedimento, vigente a época de cobrança do evento.

Não haverá cobrança de coparticipação dos procedimentos acima quando realizados em regime de internação hospitalar, internação domiciliar ou hospital-dia (day-clinic).

A coparticipação é limitada a 5% (cinco por cento) do salário bruto do titular.

Forma de pagamento

A mensalidade será descontada do titular em folha de pagamento ou por débito em conta corrente.

Para formalizar a adesão ao plano NOVO FEAS é necessário encaminhar os seguintes documentos:

Proposta de Adesão do titular e dependente(s) devidamente assinada(s);
Declaração Pessoal de Saúde do titular e do(s) dependente(s), que devem ser assinadas pelo titular e pelo(s) respectivo(s) dependente(s);
• Cópia simples do RG, CPF e do Cartão Nacional de Saúde do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de Residência do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de pagamento de benefício recebido pelo INSS do titular. Em caso de não apresentação deste documento, será considerado o valor do teto do INSS para composição da remuneração bruta.

Para a inclusão de dependente(s) no NOVO FEAS, é necessário apresentar, no ato da inscrição, a seguinte documentação atualizada e complementar:

• Cônjuge ou Companheiro(a): certidão de casamento civil ou de união estável registrada em Cartório;
• Filho(a): certidão de nascimento;
• Tutelado: certidão de nascimento e certidão judicial de tutela, com comprovação semestral para renovação;
• Enteado(a): certidão de nascimento e Certidão de casamento civil ou de união estável com registro em cartório;
• Menor sob guarda: certidão de nascimento e Termo de entrega do Poder Judiciário, com comprovação semestral para renovação;
• Filho(a) Tutelado(a)/Curatelado(a), enteado(a) e menor sob guarda, na condição de inválido(a): documentação descrita acima para cada caso e apresentação de 2 (dois) laudos periciais emitidos por médico credenciado do plano e/ou da rede pública de saúde, comprovando a invalidez permanente, com a anuência da auditoria médica do Economus.

Nota: para maior segurança, a documentação deve ser enviada em envelope lacrado, postado no correio, obrigatoriamente com aviso de recebimento (AR), ou entregue pessoalmente na sede do Economus.

Confira abaixo o regulamento e os formulários do Plano Novo FEAS. Após o preenchimento, o formulário deverá ser enviado ao Economus.

Regulamento Novo FEAS – em vigor a partir de janeiro/2020
Termo de Adesão Titular Novo FEAS
Termo de Adesão Dependente Novo FEAS
Declaração Pessoal de Saúde (DPS)
Guia de Leitura Contratual
Regulamento de Reciprocidade
Autorização para Débito em Conta-Corrente
Termo de Adesão ao Convênio Reciprocidade
Termo de Cancelamento
Sobre o Plano

A quem se destina

O NOVO FEAS, registrado na ANS sob o nº 469.503/13-8, é destinado aos participantes assistidos (aposentados e pensionistas), e seus dependentes diretos elegíveis, da previdência complementar do Economus.

Procedimentos Cobertos

Este plano prevê assistência médica, nas modalidades ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, dentro do Rol de Procedimentos e Eventos da ANS, vigente à época do evento.

Padrão de Acomodação

Acomodação em apartamento individual e direito a acompanhante, de acordo com legislação específica em vigor.

Custeio

Mensalidade

O titular do NOVO FEAS pagará mensalidade, pelo grupo familiar, de 8,00% (oito por cento) sobre o valor dos proventos brutos mensais, considerando um valor mínimo de mensalidade de R$ 600,00 (seiscentos reais) e um valor máximo de R$ 1.600,00 (mil e seiscentos reais), enquanto permanecer inscrito no plano.

Coparticipação

A coparticipação é de 20% (vinte por cento) sobre o valor da Tabela Padrão Economus (TPE) para os seguintes procedimentos cobertos pelo NOVO FEAS:

– Consultas em geral;
– Exames considerados como baixo custo, identificados na Tabela Padrão Economus (TPE) e com o valor de até meio salário mínimo por procedimento, vigente a época de cobrança do evento.

Não haverá cobrança de coparticipação dos procedimentos acima quando realizados em regime de internação hospitalar, internação domiciliar ou hospital-dia (day-clinic).

A coparticipação é limitada a 5% (cinco por cento) do salário bruto do titular.

Forma de pagamento

A mensalidade será descontada do titular em folha de pagamento ou por débito em conta corrente.

Adesão

Para formalizar a adesão ao plano NOVO FEAS é necessário encaminhar os seguintes documentos:

Proposta de Adesão do titular e dependente(s) devidamente assinada(s);
Declaração Pessoal de Saúde do titular e do(s) dependente(s), que devem ser assinadas pelo titular e pelo(s) respectivo(s) dependente(s);
• Cópia simples do RG, CPF e do Cartão Nacional de Saúde do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de Residência do titular e do(s) dependente(s);
• Comprovante de pagamento de benefício recebido pelo INSS do titular. Em caso de não apresentação deste documento, será considerado o valor do teto do INSS para composição da remuneração bruta.

Para a inclusão de dependente(s) no NOVO FEAS, é necessário apresentar, no ato da inscrição, a seguinte documentação atualizada e complementar:

• Cônjuge ou Companheiro(a): certidão de casamento civil ou de união estável registrada em Cartório;
• Filho(a): certidão de nascimento;
• Tutelado: certidão de nascimento e certidão judicial de tutela, com comprovação semestral para renovação;
• Enteado(a): certidão de nascimento e Certidão de casamento civil ou de união estável com registro em cartório;
• Menor sob guarda: certidão de nascimento e Termo de entrega do Poder Judiciário, com comprovação semestral para renovação;
• Filho(a) Tutelado(a)/Curatelado(a), enteado(a) e menor sob guarda, na condição de inválido(a): documentação descrita acima para cada caso e apresentação de 2 (dois) laudos periciais emitidos por médico credenciado do plano e/ou da rede pública de saúde, comprovando a invalidez permanente, com a anuência da auditoria médica do Economus.

Nota: para maior segurança, a documentação deve ser enviada em envelope lacrado, postado no correio, obrigatoriamente com aviso de recebimento (AR), ou entregue pessoalmente na sede do Economus.

Regulamentos e Formulários

Confira abaixo o regulamento e os formulários do Plano Novo FEAS. Após o preenchimento, o formulário deverá ser enviado ao Economus.

Regulamento Novo FEAS – em vigor a partir de janeiro/2020
Termo de Adesão Titular Novo FEAS
Termo de Adesão Dependente Novo FEAS
Declaração Pessoal de Saúde (DPS)
Guia de Leitura Contratual
Regulamento de Reciprocidade
Autorização para Débito em Conta-Corrente
Termo de Adesão ao Convênio Reciprocidade
Termo de Cancelamento